Moção de Repúdio do 2 Simpósio Nordeste da ABHR à destruição dos terreiros de candomblé das cidades de Santo Antônio do Descoberto, Águas Lindas de Goiás e Valparaíso de Goiás

Moção de repúdio do 2 Simpósio Nordeste da ABHR aos atos de destruição dos terreiros de candomblé das cidades de Santo Antônio do Descoberto, Águas Lindas de Goiás e Valparaíso de Goiás.

Aprovada em Reunião Aberta do dia 16 de setembro, no CAC/UFPE, a Moção foi lida durante a Sessão de Encerramento do evento, em 17 de setembro, após a Conferência de Encerramento, proferida por Durval Muniz de Albuquerque Junior.

O 2o Simpósio Nordeste da ABHR, realizado entre os dias 15 e 17 de setembro de 2015, em Recife/PE, sob o tema: Gênero e Religião: Diversidades e (in)tolerâncias nas mídias, repudia os atos de destruição dos terreiros de candomblé das cidades de Santo Antônio do Descoberto, Águas Lindas de Goiás e Valparaíso de Goiás, localizadas no Estado de Goiás, nas proximidades de Brasília, na madrugada do dia 12 de setembro de 2015.

Os três terreiros foram invadidos, quebrados e queimados enquanto os terreiros estavam fechados e sem pessoas dentro, na mesma madrugada, por sujeitos não identificados até o presente momento.

O 2o Simpósio Nordeste da ABHR se posiciona criticamente em relação aos atos de destruição dos terreiros de candomblés no Brasil como um todo e nesse caso específico, e exige que os poderes públicos tomem as medidas cabíveis para identificar e punir os autores dos crimes, como também passe a promover políticas públicas que atentem para a questão da liberdade religiosa, em especial para as comunidades tradicionais de matrizes africanas.

Recife, 17 de setembro de 2015.