A regionalização

A regionalização da Associação Brasileira de História das Religiões (ABHR) tem uma ideia motriz: contribuir para a expansão, fortalecimento e consolidação de análises acadêmicas de fenômenos relacionados às religiões e religiosidades em todas as regiões do Brasil, da maneira mais ampliada e democrática possível, proporcionando e estimulando intercâmbios acadêmicos entre pesquisadoras/es.

A estratégia para o alargamento e aprofundamento destas pesquisas e diálogos está, em um primeiro momento, na realização de Simpósios Regionais, a ser articulados pela Diretoria Executiva e Coordenações Regionais, e concretizados de modo preferencial bienalmente, em anos ímpares.

Às Coordenações Regionais cabe também estimular o avanço de trocas acadêmicas através de grupos de discussão, encontros, publicações e parcerias interinstitucionais.

A regionalização da ABHR se justifica por ocorrer em um contexto de horizontalização do conhecimento, a partir de centros acadêmicos que têm surgido e/ou se consolidado no interior das regiões brasileiras, o que se constata pela crescente ampliação do interesse de muitas pessoas – inclusive das que se encontram longe das grandes capitais – em realizar estudos que têm as religiões e religiosidades como mote.

O movimento de regionalização da ABHR coincide com a Estratégia 13.7, da Meta 13, do atual Plano Nacional de Educação (PNE), que vigerá de 2014 a 2024, e que propõe fomentar “a formação de consórcios entre universidades públicas de educação superior, com vistas a potencializar a atuação regional, inclusive por meio de plano de desenvolvimento institucional integrado, assegurando maior visibilidade nacional e internacional às atividades de ensino, pesquisa e extensão”, de acordo com a Lei no 13.052, de 25 de junho de 2014, que entre outras ações, aprovou o novo PNE.

A regionalização foi decidida durante a Assembleia Geral do XII Simpósio Nacional da ABHR, realizado em 2011, na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), e os primeiros Simpósios Regionais da ABHR, relativos a três regiões (Nordeste, Sul e Sudeste), foram realizados em 2013, sendo que o 1º Simpósio Sudeste aconteceu concomitantemente ao 1º Simpósio Internacional da ABHR e o 1º Fazendo Arte da ABHR, conjunto de atividades artísticas da Associação.

Em ordem de realização, ocorreram os seguintes encontros regionais em 2013, sendo que um deles foi concomitantemente internacional:

  1. a) 1º Simpósio Nordeste da ABHR, com o tema Religião, a herança das crenças e as diversidades de crer, na Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), entre 28 a 31 de maio de 2013, com a Organização Geral de João Marcos Leitão Santos (UFCG).
  2. b) 1º Simpósio Sul da ABHR, com o tema Cartografias do sagrado e do profano: religião, espaço e fronteira, nas Faculdades EST, São Leopoldo, Rio Grande do Sul (RS), entre 17 e 19 de outubro de 2013, sob a Organização Geral de Oneide Bobsin (EST), Valério Guilherme Schaper (EST) e Iuri Andréas Reblin (EST).
  3. c) 1º Simpósio Sudeste da ABHR – 1º Simpósio Internacional da ABHR – 1º Fazendo Arte da ABHR Sudeste, com o tema Diversidades e (In)Tolerâncias Religiosas; na Universidade de São Paulo (USP), entre 29 e 31 de outubro de 2015, com a Coordenação de Vagner Gonçalves da Silva (USP) e a Organização geral de Eduardo Meinberg de Albuquerque Maranhão Filho (USP).

Como visto, o 1º Simpósio Sudeste da ABHR foi também o 1º Simpósio Internacional da ABHR e o 1º Fazendo Arte da ABHR Sudeste.

Durante Assembleia Geral do 14º Simpósio Nacional da ABHR, em 16 de maio de 2015, e novamente realizado na UFJF, decidiu-se pela continuidade da regionalização.

A nova Diretoria Executiva da ABHR, eleita em 2015 durante a Assembleia Geral realizada na UFJF, decidiu também que todos os Simpósios Regionais terão o mesmo tema gerador, acrescido de um subtema específico, a ser pensado juntamente com as Coordenações Regionais e que, preferencialmente, devem apontar para especificidades e/ou estudos regionais.

O tema gerador comum a todos os Simpósios Regionais, por sua vez, será o mesmo do próximo Simpósio Nacional. A esperança é de que as discussões fomentadas nos encontros regionais sirvam de alicerce e arcabouço intelectual ativo nos debates do evento nacional / internacional.

O assunto escolhido para o 2º Simpósio Internacional da ABHR / 15º Simpósio Nacional da ABHR, realizado em 2016, bem como para os Simpósios Regionais de 2015, foi Gênero e Religião, por conta da percepção de um contexto contemporâneo marcado, por exemplo, pela misoginia, além de outras discriminações que envolvem identidades de gênero (como as transfobias) e orientações afetivas e sexuais (como a lesbofobia, a bifobia e a homofobia).

A ABHR, como entidade acadêmica favorável à defesa de todos os tipos de Direitos Humanos, e contrária a quaisquer manifestações de intolerâncias e violações destes, objetiva, através do assunto principal dos seus próximos simpósios regionais e nacional, adensar as discussões acerca do assunto, procurando contribuir positivamente para a igualdade entre todas/os cidadãs/ãos.

Em 2015 foram realizados dois Simpósios Regionais da ABHR:

  1. a) 2º Simpósio Nordeste da ABHR – 1º Fazendo Arte da ABHR Nordeste, com o tema Gênero e religião – Diversidades e (in)tolerâncias nas mídias, na Universidade Federal do Pernambuco (UFPE), de 15 a 17 de setembro. O simpósio foi coordenado por Karla Patriota Bronzstein (UFPE) e Eduardo Meinberg de Albuquerque Maranhão Filho (UFSC).
  2. b) 2º Simpósio Sudeste da ABHR – 2ºFazendo Arte da ABHR Sudeste, com o tema Gênero e religião – Violência, fundamentalismos e política, realizado na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP), entre 25 e 27 de novembro de 2015. O evento foi coordenado por Clarissa de Franco (UFABC) e Eduardo Meinberg de Albuquerque Maranhão Filho (UFSC).

O 2º Simpósio Sul da ABHR foi realizado na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), entre 25 e 29 de julho de 2016, concomitantemente ao 2º Simpósio Internacional da ABHR / 15º Simpósio Nacional da ABHR e 2º Fazendo Arte da ABHR. Este Simpósio conjunto teve como tema História, Gênero e Religião: Violências e Direitos Humanos. O simpósio foi coordenado por Óscar Calávia Sàez (UFSC) e por Eduardo Meinberg de Albuquerque Maranhão Filho (UFSC). Este foi provavelmente o maior simpósio de estudos de religiões e religiosidades realizado na América Latina até hoje, com mais de 1.500 pessoas inscritas participando das diversas atividades do evento.

Em 2017 aconteceram dois simpósios regionais:

  1. a) 1º Simpósio Norte da ABHR, de 29 de agosto a 1º de setembro, na Universidade do Estado do Amazonas (UEA), na ilha de Parintins, Amazônia, com o tema Amazônia no plural: religiões, fronteiras e identidades. O simpósio foi coordenado por Diego Omar da Silveira (UEA).
  2. b) 3º Simpósio Sul da ABHR, de 20 a 22 de novembro de 2017, na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), com o assunto Educação, religião e respeito às diversidades. O evento foi coordenado por Cristine Gorski Severo (UFSC) e Eduardo Meinberg de Albuquerque Maranhão Filho (UFSC).

Como se percebe, persistem nos temas de nossos eventos as questões relacionadas às (in)tolerâncias, diversidades e Direitos Humanos, bem como referentes à necessidade de se estimular uma educação respeitosa às pluralidades – justamente por estarmos, ainda, em um momento de recalcitrância às liberdades constitucionais e aos Direitos Humanos, e de (ainda) intensa discriminação, preconceito, intolerância e violência a diversas matrizes religiosas e a outras diversidades.

Esses simpósios procuraram enraizar tematicamente o nosso próximo evento, para o qual convidamos você a participar:

3º Simpósio Internacional da ABHR / 15º Simpósio Nacional da ABHR /3º Fazendo Arte da ABHR Internacional Nacional. Esse evento, com o tema Política, religião e diversidades: Educação e espaço público, vai acontecer na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) entre 11 e 14 de outubro de 2018, e acolhe você com nossas melhores BOAS-VINDAS.